Dente

Ele estendeu os beiços a tremer — e ficaram imóveis, colados num só beijo, muito longo, profundo, os dentes contra os dentes.

JOSÉ MARIA EÇA DE QUEIROZ. XI. In: O crime do padre Amaro. Porto Alegre: L&PM, 2006. p. 169.

2 Comments

  1. Posted sexta-feira, 13/junho/2008 at 10:25 am | Permalink

    Qd bate dente com dente é muito ruim…

  2. Posted sexta-feira, 13/junho/2008 at 11:18 am | Permalink

    Na situação deles acho que nem se importaram…


Comente

%d blogueiros gostam disto: