Falar dos outros

A maior de todas as loucuras – dizia ela – é enrubescer por causa de nossas inclinações naturais; e zombar de qualquer indivíduo que possua gostos singulares é absolutamente tão desumano quanto escarnecer de um homem ou de uma mulher saída zarolha ou coxa do seio de sua mãe; mas convencer os tolos sobre esses princípios racionais é tentar impedir o movimento dos astros. Para o orgulho, há uma espécie de prazer em zombar dos defeitos que se não tem, e essa satisfação é tão doce ao homem e particularmente aos néscios […]

Trecho de “Augustine de Villeblanche, ou O Estratagema do Amor”, do Marquês de Sade

Copiado de um dos melhores blogs que leio: O blog da Ana.

3 Comments

  1. Posted terça-feira, 26/fevereiro/2008 at 8:08 pm | Permalink

    Obrigada pela parte que me toca. =)
    Que bom que gosta.

  2. Posted quarta-feira, 27/fevereiro/2008 at 5:28 pm | Permalink

    só conseguir pensar em “é”.

    mas a vida é tão maquiavel!

  3. malebria
    Posted quinta-feira, 28/fevereiro/2008 at 3:50 pm | Permalink

    Pois é, é tão triste ver essas coisas.


Comente

%d blogueiros gostam disto: