O seu amor

O seu amor
Ame-o e deixe-o
Livre para amar
Livre para amar
Livre para amar

O seu amor
Ame-o e deixe-o
Ir aonde quiser
Ir aonde quiser
Ir aonde quiser

O seu amor
Ame-o e deixe-o brincar
Ame-o e deixe-o correr
Ame-o e deixe-o cansar
Ame-o e deixe-o dormir em paz

O seu amor
Ame-o e deixe-o
Ser o que ele é
Ser o que ele é

GILBERTO GIL. O seu amor. In: BETHANIA, CAETANO, GAL E GIL. Doces bárbaros. Philips, 1976.

3 Comments

  1. Posted segunda-feira, 21/janeiro/2008 at 3:34 pm | Permalink

    :'(

    =D

    =*

  2. Posted segunda-feira, 21/janeiro/2008 at 4:07 pm | Permalink

    essa música é sensacional. já quis fazer um post assim.

  3. malebria
    Posted segunda-feira, 21/janeiro/2008 at 4:26 pm | Permalink

    =D

    =D

    =D

    Ela é muito boa mesmo.

    Beijos!


Comente

%d blogueiros gostam disto: